Outubro HOPE: IBCC Oncologia + Câncer de Mama no Alvo da Moda – estamos juntas nessa!

07/10/2020 | Por Equipe Hope

Outubro chegou e com ele a importância de falarmos sobre a prevenção e conscientização do câncer de mama.
2020 com certeza foi um ano atípico mundialmente, mas também foi quando mais voltamos nossa atenção à nossa saúde física e mental, não é mesmo?
Os cuidados de higiene foram redobrados e qualquer pequeno sintoma foi um grande ponto para se prestar atenção.

 

Mas trazemos aqui alguns dados preocupantes:
• O diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas foram impactados em 43% devido à pandemia do novo coronavírus no país

• 15% desse percentual são pacientes com tratamentos adiados
Fonte: Instituto Oncoguia

 

Por isso, a HOPE, em parceria com o IBCC Oncologia, abre esse mês com o Outubro HOPE – para conscientização do câncer de mama. Em 2020 completam-se 25 anos que o IBCC Oncologia trouxe a campanha O Câncer de Mama no Alvo da Moda para o Brasil.

A campanha do alvo, na verdade, foi criada pelo estilista Ralph Lauren, que, após acompanhar a luta de sua amiga e jornalista Nina Hyde contra o câncer de mama, decidiu que precisava usar a moda para falar com as mulheres sobre esse assunto. Criador do alvo azul, ele fez mais do que isso. Sua campanha, abraçada e gerida pela Fundação do CFDA (Conselho dos Designers de Moda da América), fez sucesso nos EUA e logo chegou ao Brasil, primeiro país a realizá-la fora dos EUA e onde ela fez ainda mais sucesso, superando até mesmo os resultados alcançados em seu país natal.

O câncer é uma doença de emergência. Quanto mais cedo identificada, melhor o resultado do tratamento. O cirurgião oncológico do IBCC Oncologia, Dr. Abner Barrozo, destaca que o primeiro tratamento oncológico seguido por cirurgia precoce é fundamental para controlar e ou retardar o tumor. “Adiar cirurgias oncológicas pode ser perigoso e trazer consequências muitas vezes irreversíveis para o paciente. O câncer pode ser mais agressivo se houver demora para a realização de uma cirurgia. O cuidado tardio ou indevido pode reduzir as chances de cura do paciente “, diz.

Não deixe de fazer consultar seu médico ao menos uma vez por ano e realizar seus exames periódicos! Após os 40 anos realize a mamografia anualmente. Caso tenha histórico de câncer de mama na família, consulte seu médico sobre a idade correta para começar a fazer a mamografia ou outros exames indicados ao seu caso.

Você também pode realizar o autoexame mensalmente, como uma maneira de aumentar seu autoconhecimento e realizar um controle mais frequente. Caso note alguma alteração, procure imediatamente seu médico.

 

ACOMPANHE:

O diagnóstico positivo é sempre uma notícia impactante, mas é importante estar bem informada para conversar com a equipe médica sobre as opções de terapias disponíveis e mais apropriadas para cada caso.

Vamos nos cuidar? Estamos juntas nessa!

Related Posts

None found